Se é interessante, interessa?

0

Interessante observar como o ser humano (não) funciona.
Durante séculos sempre precisamos de algo para nos lembrar de algo. E esse algo eram aqueles compromissos que não queríamos tanto ir. Porque o que sempre queremos ir, ah, esse lembramos muito fácil!
O primeiro encontro que será em tal lugar e em tal hora, aquele passeio na praia em tal dia, ou seja, tudo o que gostamos, nós não precisamos de nada para nos lembrar. Isso mostra “interesse”.
Hoje acho fascinante observar que em uma época de tanta tecnologia e meios de comunicação como facebook, whatsapp, telegram e por aí se segue, as pessoas conseguem ter muito mais dificuldades para gerarem o seu tempo. E precisam porque precisam que se:

  • Monte no Google uma agenda de compromissos, para ser lembrada sempre daquela reunião, daquele aniversário etc;
  • Monte no Facebook um evento, para lembrar do evento, onde ele será, o endereço e ver quem estará presente;
  • Monte um grupo no Whatsapp para falar sobre tudo o que está aí acima;
  • Peça para um amigo que o lembre de tudo que está aí acima.

Alguém pode dizer que o mundo mudou e hoje ele é mais corrido. Perdão, o mundo ainda é o mesmo. As pessoas que o tornam complicado, pois essas ferramentas apenas nos ajudam.
Lógico que ter uma agenda no Google facilita para uma empresa não montar vários compromissos em um mesmo dia e horário para aquela pessoa que não fica a todo momento no escritório. Mas se o funcionário fica até 12 horas trabalhando e você o vê a todo o instante, para que montar uma agenda no Google? Não é mais rápido o bom e velho papel? A boa e velha lousa? E melhor, olhar para a cara dela e ver que tem uma pessoa física e a informar do que enviar um texto ou áudio no whatsapp?
Mas papel a gente perde, podem dizer. E eu te respondo: Wifi a gente perde a todo instante também pequeno gafanhoto.
Entregar a sua vida a recursos é algo errado. Tecnologia é boa e eu gosto. E ela está aí para te ajudar a andar e ter um dia mais produtivo e não te estressar. Se isso te estressa, o problema é você.
E para finalizar. Ninguém precisa de uma agenda ou evento para te lembrar do aniversário de alguém de sua família ou amigo. Ele só comemora a mesma data há anos. Portanto, não vou pedir desculpas em te chamar de desinteressado.
O mesmo para aquele encontro entre amigos. Se alguém marcou há mais tempo e você disse sim, mas “esqueceu” por outro encontro mais novo, isso também não é desculpa para dizer que se “alguém” tivesse feito uma agenda no Google e um evento no Facebook, você não teria marcado outro compromisso. Isso também é desinteresse.
Ninguém precisa te dizer o que e onde fazer determinada coisa. A responsabilidade e o interesse são de apenas uma pessoa: sua!
garfield-interesse

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *