Especial | Três é demais – Um é pouco

0

Um dos sitcons mais aclamados da história está próximo de seu fim. Sim, Três é Demais está próximo de acabar! Os mais desavisados podem imaginar que estou escrevendo isso com 24 anos de atraso, uma vez que a série original (Full House) terminou em 1995. Porém para você que ainda não sabe por qualquer que seja o motivo, em 2016, a Warner e Netflix criaram uma continuação para a história contando a vida adulta das irmãs Turner (exceto a Michelle) e da vizinha Kimmy Gibbler, recebendo o nome de Fuller House.

A série original estreou em 22 de setembro de 1987 e teve 8 temporadas. Criada por Jeff Franklin, um ex professor e roteirista de sitcons, a ideia original envolvia uma casa de comediantes de Stand Up comedy, e se chamaria House of comics. Nesta série, os atores principais seriam de fato comediantes.

Ocorreram diversas mudanças em relação as ideias originais, após a modificação de premissa e sinopse, ainda ocorreram trocas no elenco.  John Posey foi contratado para o papel de Danny Tanner, mas foi substituído depois do primeiro episódio por Bob Saget. Já John Stamos teve uma mudança menos drástica. Quando fechou o papel, seu personagem se chamaria Adam Cochran. Antes que as gravações começassem, seu nome mudou para Jesse, e o ator pediu para que seu sobrenome refletisse sua herança grega, Katsopolis.

A série se passa em São Francisco, e a faixada da casa dos Turnners fica localizada na 1709 Broderick Street, e claro, o endereço caba atraindo diversos turistas e fãs para o local. Porém vale ressaltar que a série foi gravada na Califórnia, nos estúdios da Warner, o mesmo em que foi gravado a série da Mulher Maravilha (1975-1979), e posteriormente a aclamada Friends.

Três é Demais chegou ao Brasil pela Rede Globo, onde começou a ser exibida de 1980 até o início dos anos 90. Na emissora foram exibidos episódios da 1ª e 2ª temporada. A partir de 2000 o SBT passou a exibir a série, com os episódios da 3ª a 6ª temporada, e assim foi até 2006 quando deu espaço à também famosa entre os fãs ‘Eu, a patroa e as crianças’ na grade da emissora.

Este período foi fundamental para popularizar a série no Brasil com a geração que ali se iniciava, e não teve a oportunidade de acompanhar as primeiras exibições. O sucesso dela em solo nacional foi tão grande que a emissora de Silvio Santos voltou a exibir-la em um intervalo de 2013 a 2014. Tio Jesse e cia também foram transmitidos no Warner Channel, em versão legendada, e em 7 de setembro de 2015, voltou a ser exibida em comemoração aos 20 anos do canal.

Full house contava com um elenco de nomes do Stand Up (Como previa a ideia original) como Bob Saget e Dave Coulier. O segundo já tinha um nome também em obras do Mainstream como dublador no currículo. Dave dublou as séries animadas dos Caça Fantasmas, Muppets Babies e Os Jetsons. John Stamos se juntou ao elenco após participar de General Hospital. Já o seu par romântico na série, Lori Loughlin já havia participado de diversos filmes e séries antes de entrar para o elenco.

O interesse romântico de Lori e John não ficaram apenas entre Jesse e Becky. O casal se assumiu fora do set, e a atriz relembrou o caso em uma entrevista antes do lançamento de Fuller house.

Lori disse que ela e John foram juntos à Disney, e que eles ‘lutaram internamente’ para saber se aquilo se tratava de um encontro ou só um passeio entre amigos. “Eu lembro que lhe perguntei: ‘isso é um encontro?’, e ele disse: ‘Sim!'”, comentou a atriz.

Stamos continuou: “Se eu me lembro bem, a gente acabou se beijando… então foi um encontro sim”, disse o ator.

Além disso o elenco tinha as então atrizes mirins Candance Cameron, Jodie Sweetin e as gêmeas Olsen, as mais conhecidas dentre as atrizes que interpretaram as irmãs Turnners, e Andrea Barber, que deu vida a Kimmy Gibbler, a hilária vizinha da família. No elenco ainda contava com um peculiar nome de peso, Air Bud, o cachorro Cometa, animal de estimação da família.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *