Mulan faz homenagem ao cinema Chinês mas se esquece da cultura

0

A Disney vem apostando faz um tempo em adaptar suas animações para o live action. Foi assim com o deprimente Rei Leão, um pouco mais divertido com Aladdin – em grande parte graças a Will Smith -, e um até interessante A Bela e A Fera.

Parecia que poderíamos ter algo muito significativo com Mulan, que é uma das personagens mais feministas da casa do Mickey. Sua animação é contagiosa, com uma personagem forte, marcante e com cenas dramáticas e uma narração fenomenal! Além do Mushu.

Só que a Disney ao adaptar Mulan esqueceu-se de praticamente tudo o que era a personagem e principalmente do Mushu. NÃO TEM MUSHU! Nem mesmo uma sombra dele. Em sua lugar colocaram uma Fênix que mais parecia uma pipa! Tudo bem que o pássaro renascido das cinzas possui toda uma influência, mas para a história, é zero!

Assim como zero é toda a narrativa, que não sabe se o longa deve falar sobre misticismo ou uma guerra sem magia.

Mulan chega a beirar uma vergonha. A Disney busca a todo instante fazer uma homenagem ao povo chinês, trazendo um elenco celebrado de atores, mas apenas “homenageia” o cinema e esquece completamente de uma cultura tão rica e milenar.

Esta adaptação é daquelas que não valem a pena serem vistas e que com certeza serão esquecidas em um curto espaço de tempo. Mas não por terem mudado grande parte do enredo, focando-se apenas na menina que vira guerreira, mas ter retirado toda a carga dramática de sua história.

Mulan leva 1 vida de 5.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *