Review | Far Cry New Dawn vale a pena?

0

Far Cry: New Dawn é um jogo de tiro em primeira pessoa de ação-aventura desenvolvido e publicado pela Ubisoft.

Nesta nova aventura, o jogador luta para sobreviver em uma fronteira pós-apocalíptica contra as novas vilãs do game, as gêmeas.

O novo título New Dawn foi praticamente um susto entre os fãs, já que a quinta edição foi lançada não faz nem mesmo um ano, ou seja, março de 2018!

Leia também nossa review de Ace Combat 7

Este game não é uma DLC e sim uma continuação direta da história do game anterior, onde temos o desfecho dos acontecimentos. Não foi um erro da produtora, pois New Dawn já estava no planejamento para ser lançado quase um ano depois.

Enredo (com Spoiler para quem não jogou Far Cry 5)

A história acontece 17 anos depois de Far Cry 5, em um mundo pós apocalíptico. O game inicia com a narração de Carmina Rye dizendo que nasceu exatamente no dia em que o mundo acabou. Isto tudo acontece logo no final do quinto game, quando uma bomba nucelar explode e os seres humanos vão viver no subsolo.

Aqui vale uma explicação. Muitos torceram o nariz, pois o game acontece 17 anos depois e segundo estudos, ainda não daria para o mundo ter voltado ao normal, como muitos estão acostumados com outros games como Metro e até filmes do gênero.

A Ubisoft respondeu que eles conversaram com especialistas para saberem quanto tempo a fauna e flora poderiam retornar sem a interferência humana. Portanto, está justificado por pessoas que conhecem bem do assunto.

Logo após 6 anos, eles saíram destes bunkers e iniciaram uma nova vida. Foram 17 anos prosperando, mas… aqui falamos de seres humanos e todos que já jogaram algum game pós apocalíptico ou assistiram algum filme ou série como The Walking Dead sabe como isso funciona.

Neste período apareceram pessoas querendo subjugar e governar com mãos de ferro. E dentre estes grupos estão os Salteadores, liderados pelas gêmeas Mickey e Lou. Mickey é o cérebro e Lou a força.

E como qualquer salteador, eles vão de lugar a lugar conquistando e acabando com tudo.

A saga Far Cry é famosa por seus vilões, e novamente eles entregam duas vilãs de peso. E como todo vilão, temos um ótimo herói, Thomas Rush, que será o principal nome da resistência.

E para ajudá-lo caberá ao Capitão ou Capitã, dependendo de sua escolha,
ajudar as vilas, melhorando as bases, buscando por recursos para fazer novas armas e acabar com a ameaça das gêmeas.

Detalhes do game

Novamente como toda a franquia, Far Cry New Dawn nos dá um verdadeiro espetáculo visual. Não faltam as mutações genéticas e bases isoladas, além dos inimigos que aparecem sempre para te atrapalhar. O interessante é o destaque para o rosa nos cenários.

O estilo do jogo mantém o padrão furtivo, corre, batalha, furtivo, corre e continua a insanidade.

Um dos diferenciais fica para as missões que são mais rápidas, o que torna o game mais divertido, ainda mais se jogou Far Cry 5, pois terá muitos reencontros com personagens do antigo game. E seguindo a linha sobrevivência, o jogador terá que melhorar e muito sua base, obtendo um grande volume de etanol. Só que isso terá que ser invadindo bases inimigas e as tomando. De início é até simples e fácil, o que parece que se tornará algo chato durante o jogo, mas é apenas no início.

E por falar em inimigos, temos 10 tipos destes no game com diferenças entre si, algo totalmente visível, pois percebemos nas suas armaduras e armas.

A qualidade da inteligência artificial subiu um pouco mais, mesmo assim ainda não sendo uma das melhores, algo “normal” entre os jogos.

Estes problemas ficam explícitos com inimigos que ficam escondidos por tempo demais, alguns personagens que correm por paredes, outros que caem em armadilhas fácil demais ao insistir em irem atrás de inimigos, onde está mais do que na cara que ninguém faria algo deste tipo. Além da irritação que traz ao jogador quando demoram para entrar em veículos ou descem do mesmo ainda em movimento.

Uma melhoria que aconteceu desde o quinto, são os bugs que aconteciam com frequência, como personagens congelados, NPCs que apareciam do nada entre outros. Aqui isto tudo foi arrumado.

Um problema que aconteceu algumas vezes, mas nada que atrapalhe foi na hora de abrir a bancada. Ele abria, a legenda continuava a correr, mas o loading ficava ali teimando a desaparecer.

E lógico que um jogo com o tema apocalipse não poderia faltar as armas. E aqui temos novos armamentos para os fãs ficarem horas e horas testando e escolhendo qual a melhor.

A jogabilidade não mudou, mantendo o mesmo padrão dos jogos da franquia, com controles que fluem e respondem com precisão.

A trilha sonora continua com a mesma qualidade, mesmo que alguns fãs ainda achem que a do quinto jogo seja um pouco superior. Mas aí é apenas um gosto.

De uma maneira geral, Far Cry New Dawn é um game divertido, mesmo que pareça ser mais do mesmo. Ele consegue ser superior ao seu antecessor e mantém a qualidade dos títulos da série.

Jogo analisado com código fornecido pela Ubisoft.

Gameplay: Projeto Electrosphere

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *