Crítica | X-Men: Fênix Negra

0

O último filme da franquia dos mutantes, pela Fox chega ao final.

Chega atrasado e com muitas dúvidas, principalmente pelo último filme com a personagem Fênix tendo sido um fracasso.

Mas o filme é bom?

X-Men: Fênix Negra é um filme Ok. Seu roteiro é fraco e cheio de deslizes, principalmente ao tentar contar a origem de Jean.

Ele é uma adaptação dos quadrinhos, como uma personagem cósmica e é até divertida, mas novamente o roteiro deixa a desejar, principalmente na parte dos vilões, que mesmo que os fãs da Marvel possam bater no peito e dizer que seus filmes são melhores do que da concorrência ainda ficam a dever em vilania.

Aqui os vilões são rasos e inexpressivos e em nenhum momento demonstram que irão fazer algo fatal e de dar medo, o que deixa a história até um tanto cansativa, já que é sabido que os X-Men irão prevalecer.

Este é um filme que fica abaixo de Primeira Classe e Dias de Um Futuro Esquecido, mas não é de todo ruim.

O longa é divertido e a a Fênix Negra é aquela que os que acompanharam a saga da personagem conhecem. É uma mistura da saga cósmica com uma leve adaptação para as telas.

A Fênix vai sendo apresentada aos poucos e vamos descobrindo junto de Jean quais são seus poderes. Ele não é um ser como estamos acostumados, mas sim amplia seus poderes. A Fênix deixa de ser uma entidade para ser o Poder.

E novamente o roteiro deixa a desejar aqui, já que é perceptível que Jean não sabe lidar com seus poderes e isso não e bem trabalhado.

Ainda dentro dos personagens, um dos mas chatos ficou para o Fera. Infelizmente, opinião desse de quem escreve, não ser o peludão azul que estamos acostumados e ficar a todo o instante mudando de forma, se torna chato. Toda a essência do herói em ser diferente mas um dos mais inteligentes do planeta é banalizado no ator ficar fazendo caretas e mudando sua forma.

E em falar em forma, Mística boazinha também não é algo que convence. A personagem perdeu e muito nos últimos filmes ao darem um certo protagonismo para ela. A Mística sempre foi uma mutante interessante por utilizar seu poder para sedução. E principalmente a sua inteligência para manipular as pessoas. E agora ela ficou perdida dentro do filme, além do que, a atriz parecia pouco a vontade no papel.

As partes boas ficam para a abordagem que agora os X-Men seriam os “Vingadores” deste universo, ou seja, não são mais o párias da sociedade. O Professor Xavier possui até um telefone direto com o presidente dos EUA.

A parte de aventura e as coreografias de batalha, assim como os efeitos também são muito bons.

X-Men Fênix Negra é um longa divertido, que infelizmente se perde no roteiro, que é confuso, ainda mais em querer dar a origem da personagem nesta história, sendo que já havia sido mostrado um breve relance da entidade em Apocalipse.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *