Crítica | Homem-Aranha: Longe de Casa supera de longe primeiro filme

0

Uma das maiores parcerias do cinema tem dado ótimos frutos. Homem-Aranha, que é sem dúvida alguma os olhos da casa da Marvel desde sempre e agora da Sony, passou por altos e baixos nos últimos filmes. Mas desde que Marvel Studios (Disney) e Sony firmaram um acordo de utilização do personagem, os fãs apenas ganharam.

Ganharam com um ator que tem empatia e sabe interpretar, com ótimas histórias e vilões.

Este segundo filme é superior ao primeiro. Os roteiristas estão mais tranquilos para escreverem a história do Cabeça de Teia. Isto é muito perceptível. Até a chegada de Homem-Aranha: De Volta ao Lar, o fantasma de Tobey Maguire ainda assombrava o estúdio.

Ele era sempre lembrado e era o número um entre os fãs como o herói aracnídeo.

Pois bem, Tom Holland conseguiu mudar isso com o longa anterior e muito mais com este. Não há mais dúvidas que o ator é um excepcional Peter Parker/Homem-Aranha.

Com uma visão mais jovem do personagem, não existe espaço para comparações e ponto final.

E em Longe de Casa, além de um roteiro mais solto, Tom Holland se diverte nas telas. Ele consegue passar tudo aquilo que os fãs das HQs querem ver nas telas. Um personagem que tem dúvidas de si, que possui falhas e é muito mais um ser humano normal do que os outros heróis.

Peter é pobre, possui problemas para dividir seu tempo como herói e a escola. Ele não é rico e tem várias pessoas atrás de si que podem substituir o chefe enquanto ele está do outro lado do mundo ou no espaço enfrentado super vilões.

O personagem é qualquer um de nós, seja estudante ou não. E dentro disso tudo, ele não enfrenta apenas um vilão na história, mas sim o maior de todos: ele próprio.

A história não é apenas uma nova aventura de um Homem-Aranha salvando o dia, mas sim sobre escolhas. E saber viver com seus erros e acertos.

Este é apenas um dos uniformes que Peter irá usar durante o filme.

E dentro desta dinâmica, está uma história rica em ação do começo ao fim.

Homem-Aranha: Longe de Casa é recheado de muita adrenalina e referências aos filmes anteriores da Marvel. Só que bem trabalhados, pois os fãs não precisam ter assistido a todos os longas anteriores.

O restante do elenco, que aqui não é um “resto” para preencher a tela, possui seu lugar. MJ e Ned são sem dúvida alguma o suporte de Peter. Novos personagens entram na história, como Betty, que nas HQs era a secretária no Clarim Diário e um affair de Peter, Flash Thompson, que ganha uma nova roupagem de influenciador e os professores que são o alívio cômico.

Jake Gyllenhaal, o Mysterio, está formidável em seu papel. E não vamos estragar em dizer qual é ele. Mesmo que fãs mais antigos saibam sua história, ainda assim ele é superior ao dos quadrinhos.

Samuel L. Jackson nos brinda com um Nick Fury diferente do que estamos acostumados, com uma veia mais cômica. Não atrapalha em nada e é uma das grandes surpresas desta história.

Homem-Aranha: Longe de Casa está entre o Top 5 dos filmes de heróis Marvel, sendo divertido, com um ótimo elenco, história e um vilão motivado e coerente. O filme possui uma cena entre créditos que irá fazer os fãs pularem e outra pós que o fará ficar sentado na cadeira de boca aberta e esperando que o próximo longa chegue logo!

E que subam as cortinas! Até a próxima!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *