Coloque o cartucho e vamos começar mais uma fase de Jumanji

0

Jumanji! Pode falar cada sílaba com ênfase ou rapidamente, não importa como, sua vontade sem dúvida alguma será de entrar nesta aventura.

E sendo ela ao lado dos atores  Dwayne Johnson, Jack Black, Karen Gillian e companhia, melhor ainda!

Confira partes da coletiva de imprensa de hoje (15) com Karen Gillian em nosso storie

Nesta nova aventura, Spencer volta ao mundo fantástico de Jumanji. Os amigos Martha, Fridge e Bethany entram no jogo e tentam trazê-lo para casa. Mas eles logo descobrem mais obstáculos e perigos a serem superados.

O interessante de Jumanji está sempre além da aventura do que vemos na tela e sim na moral da história. São coisas que nós do Fndom curtimos mostrar para que ninguém perca um único detalhe.

No filme anterior, o foco era nos garotos que estão no final do ensino médio e possuem seus medos, mas anseiam por aventuras. Acabam vendo o mundo de uma maneira como os games, onde tudo é simples e está ali na mão, e caso algo não dê certo, tem um save point e pode começar dali. E mesmo assim, ainda pode contar com algum detonado para chegar no final e dizer com toda a pompa que “zerou” o jogo sem a ajuda de ninguém.

Pois bem. Eles perceberam que não era bem assim o mundo e os melhores games, querendo ou não, ainda são aqueles que você deve decifrar e jogar sem a ajuda daqueles que passaram por ali anteriormente. É como na vida, não adianta pegar exemplos de famosos que deram certo e achar que também ficará rico.

Nesta sequência, os garotos já cresceram e agora estão na faculdade, trabalhando, e tendo uma vida um pouco mais complicada que tentar fazer um combo. Além disso, o avô de Spencer está morando na casa dele.

Tudo começa a ficar mais e mais confuso para nosso ex-herói Bravestorm. Não tem como ele vencer tudo apenas com os músculos ou seu famoso olhar penetrante. Fora que o avô tem grandes problemas em envelhecer.

É daqui que parte uma ótima sequência. Se no primeiro o problema era esta mudança de jovens ao mundo adulto ambicionando por aventuras, desta vez são os mais velhos que esqueceram o que era enfrentar o mundo lá fora e não aceitam sua condição.

Um ponto de equilíbrio interessante entre os dois filmes, porque ele não traz o estilo clichê de roteiro com os mais velhos querendo dominar tudo, enquanto os jovens querem se mostrar mais experientes em determinados assuntos. Isso nem passa perto do roteiro.

Por estes motivos, Jumanji é divertido, é cheio de ação e mostra que ter um personagem “porradudo” não adianta em nada se não tiver cérebro, além de uma crítica ao sistema educacional que nunca explica onde iremos utilizar a geometria e quando ela é necessária para se fazer certas coisas no dia-a-dia, ela se torna muito divertida.

Jumanji: Próxima Fase é empolgante, com atuações melhores do que no primeiro longa, com mais cenas de ação e um vilão que está ali como de qualquer game, apenas para ser o objetivo final de terminar a história.

O filme leva 4 vidas de 5!

Observação

Jumanji não possui cenas pós-créditos, apenas uma que irá aparecer durante os créditos. Além disso, não assistam aos trailers, pois eles estão entregando alguns personagens que são surpresa durante a aventura e irá estragar a sua diversão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *